João de Noronha
Outro Ligeiro, do Stud Gold Star, preparado por Rui Floriano Silva, confirmou a principal prova, dirigido com tranqüilidade por João Sampaio Cardoso.

As corridas da última sexta-feira, de um modo geral, apresentaram bom índice técnico, com destaque para a vitória de Outro Ligeiro, na Prova Especial Alfredo Sílvio Colle. Correu na ponta para cruzar o disco com seis corpos de vantagem, enquanto Dado formou a dupla, com Itacoré mais atrasado na terceira colocação.

Outro Ligeiro, um crioulo do Haras Fronteira, venceu defendendo as cores do Stud Gold Star, dirigido com tranqüilidade por João Sampaio Cardoso e apresentado em boa forma por Rui Floriano da Silva.

Apresentamos, em seguida, considerações sobre as provas complementares, com destaque para o recorde de Jangadeiro, na quinta prova. O defensor do Stud Lu e Léo deu um show,

vencendo de ponta a ponta por dez corpos e poupado na fase decisiva da corrida, estabeleceu novo recorde para os 1.300 metros: 1?20?, superando a marca de Itaquerê Mind. Neve Love formou a dupla, chegando a seguir Fred Prospector. Jangadeiro foi apresentado por Luiz Roberto Feltran e recebeu tranqüila direção de João Sampaio Cardoso.

Outras provas

Vesuvian Slew venceu em chegada sensacional a prova de abertura do programa. Depois de dominar o favorito Jato Super, recebeu forte ataque de Organza, cruzando o disco quase numa mesma linha, mas o photochart mostrou pequena vantagem para Vesuvian Slew, dirigido por José Cardoso e apresentado em boa forma por Alcione Menegolo.

Volta Grande, na segunda prova, também venceu em difícil chegada, ganhando por meia cabeça, defendendo-se do forte ataque de Pescador, com Fideldoge atrasando-se para terceiro nos últimos metros. Volta Grande, apresentada por Craides Borges e dirigida por José Ventura, defendeu as cores do Haras Rio Iguassu.

Myrtus venceu facilmente a terceira prova. Depois de brigar com Joyeux Roi na primeira parte do percurso, firmou-se na ponta e, com muita autoridade, seguiu até final, para ganhar por seis corpos de Joyeux Roi, com Utopia Dourada na terceira posição. Myrtus, de propriedade do treinador Carlos Cesar Carlindo, foi dirigido com tranqüilidade por Edgar Araújo.

Padrazo venceu muito fácil a quarta prova. La Kelly correu na ponta, mas na entrada da reta foi amplamente dominada por Padrazo, que disparou para o disco vencendo por vários corpos, com La Kelly defendendo o segundo. Noble Colony chegou a seguir. Padrazo, dirigido por João Sampaio Cardoso e apresentado por Luiz Roberto Feltran, defendeu a farda de José Luiz Ferreira da Rocha.

Mister Amalucai venceu de maneira sensacional a sétima prova, proporcionando pule de 53,90. Big Brazil fez a diagonal e assumiu a ponta na entrada da curva, com Vem Me Pegar perto na segunda colocação. No final, porém, prevaleceu Mister Malucai, com Pantaleon na formação da dupla, seguido de perto por Borracho.

Otter Rock conseguiu bonita vitória na penúltima prova. Señor Comandante realizou a diagonal no final da reta oposta, destacando-se na ponta. Na reta, porém, esmoreceu, enquanto Otter Rock assumiu a ponta e seguiu até o final, com o favorito Mister Fast na formação da dupla. John Hills chegou terceiro. O defensor de Mateus Maranhão foi apresentado por Mario Aparecido dos Santos, recebeu excelente direção de Jair Jesus, aproveitando boa passagem junto à cerca interna.

Seduce Minister, bem dirigido por Leandro Chimenes, conseguiu sensacional vitória na prova de encerramento, pois em forte atropelada derrotou Vivelavidaloka, ganhando por meia-cabeça, com Quelle Affaire na posição imediata. A defensora do Stud Panda foi apresentada em boa forma por Carlos Pereira Gusso.