O técnico Marcelo Oliveira citou o primeiro gol como decisivo na vitória do Brasiliense. “Tomamos um gol muito cedo, depois levamos outro com o jogador entrando sozinho na área, e o terceiro foi em um lance que todo o time sabia”, disse o treinador, que falou em “desconcentração”. “Tudo que a gente pode fazer está fazendo. Mas, após a parada, parece que o time perdeu concentração”, disse.

Já o vice-presidente Aramis Tissot garantiu mais uma vez que nenhum jogador do time será negociado. Segundo ele, as propostas apresentadas sequer foram colocadas em estudo. Mas ele ainda espera a “ajuda” de empresários. “Se houver algum interessado em percentual de jogadores para ajudar o Paraná e ter lucro futuro, pode nos procurar”, avisou.