O brasileiro Adriano de Souza lutou até o final, mas acabou perdendo na decisão de Bells Beach para o australiano Mick Fanning. A bateria terminou empatada em 15,27 pontos para cada lado, mas o rival ganhou no desempate pois conquistou a maior nota em uma única onda. O resultado mostra a força de Fanning nesta etapa, onde foi vencedor em 2012 e 2014 e esteve em cinco finais nos últimos seis anos. Ele já tem quatro títulos em Bells Beach e mostra que vai brigar pelo título da temporada.

Após a realização de duas etapas, Fanning e o brasileiro Filipinho Toledo lideram o Circuito Mundial de Surfe com 15.200 pontos, mas no desempate o experiente surfista vence porque ficou numa colocação melhor no ano passado (2º contra 17º). O garoto de Ubatuba acabou perdendo para Nat Young nas quartas de final e ficou na quinta posição na etapa. “Cometi alguns erros na bateria, mas continuo bem no campeonato.

Queria aproveitar para agradecer aos brasileiros pela torcida”, afirmou o surfista de 19 anos. Adriano, por sua vez, está na terceira posição do ranking, com 14.500 pontos.

Já Gabriel Medina, atual campeão mundial, também chegou até as quartas de final, mas acabou caindo diante de Adriano. Ele está em nono no campeonato, com 6.950 pontos. “Não fui bem. Foi uma bateria complicada, não tivemos boas ondas e simplesmente não consegui surfar”, admitiu Medina, que agora parte para o oeste da Austrália, para a disputa do Drug Aware Margaret River Pro, que será realizado de 15 a 26 de abril. “Estou me sentindo bem, sei que Margaret é uma onda complicada também, mas espero conseguir surfar”, disse Medina.