Choveu muito durante a semana, deixando a raia encharcada e, na tarde de domingo, mesmo com tempo ameaçador, bom público compareceu ao hipódromo. O movimento de apostas, com os 93 mil reais de arremate, atingiu a soma de R$ 431.243,50, contribuindo para o recorde de apostas o fato do Jockey Club de São Paulo não ter promovido corridas na tarde de domingo.

Como tem chovido muito a pista apresentava-se encharcada, mas felizmente os 20 páreos, de sábado e domingo, foram realizados normalmente e com bom nível técnico. O único acidente ocorreu na prova na partida do páreo velocidade, quando caiu o jóquei de Javanais, J.Henrique, que saiu ileso do acidente.

A pista encharcada não impediu o prevalecimento dos favoritos, pela ordem de apostas: 1.º Baccarat (1,60), 2.º Hero’s Son (4,30), 3.º Old Saybrook (7,10). Houve inversão apenas nas posições imediatas: 4.º Wiseguy (10,50) e Rio Guaporé (9,00).

Semana sem corrida

Esta semana não haverá corrida no Tarumã. Como o programa teria que ser organizado quinta-feira da semana passada, portanto, a Comissão de Turfe não recebeu número suficiente de inscrições.

Lamenta-se, mas desta vez, pelo fato das reuniões de sexta-feira e domingo contarem com a participação de 209 animais, fora os forfés, a semana sem corrida, é justificada.

Próximas atrações

Está chamado para o dia 19 a Prova Especial Aramys Bertoldi, uma prova reservada para produtos de 3 anos, na distância de 1.600 metros, com pesos da Tabela I.

A última corrida do calendário oficial será a Prova Especial Cesar Evangelista de Oliveira Franco, na distância de 2.000 metros, para produtos de 3 e mais anos, com pesos especiais, está marcada para o dia 26.