A Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou nesta terça-feira a suspensão preventiva do zagueiro Yago, do Corinthians, por 30 dias. O jogador foi pego em exame antidoping na partida contra o Santos, dia 6 de março, na Vila Belmiro. A substância encontrada foi a betametasona, utilizada para combater uma inflamação no joelho. O medicamento é permitido pela Fifa desde que não seja ministrado de forma intravenosa.

A punição foi confirmada nesta terça-feira porque só agora a FPF recebeu o resultado da contraprova do exame, que também deu positivo. O Corinthians tem cinco dias para a apresentar sua defesa. A punição preventiva já vale para a partida deste domingo contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro. Yago chegou a treinar com a equipe nesta terça, mas Tite já terá de mexer na defesa. A tendência é que Balbuena assuma a vaga de titular.

Após o Corinthians enviar a defesa do atleta, a Federação Paulista irá marcar um julgamento. Os advogados do clube vão alegar que o jogador não teve culpa e esperam que o tribunal absolva o atleta de uma punição maior.