O suíço Roger Federer chegou a ver o começo do filme se repetir nesta sexta-feira, mas reagiu para conseguir a virada sobre o letão Enersts Gulbis e se vingar do rival. Depois de ser eliminado por Gulbis na estreia em Roma, há pouco mais de duas semanas, o número 1 do mundo venceu a revanche por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/4, e avançou às semifinais do Masters 1000 de Madri.

Em 1h53 de jogo, Federer novamente teve dificuldades para se impor sobre o jovem tenista, de apenas 21 anos. Atual número 34 do mundo, ranking que deve melhorar significativamente com a campanha no saibro espanhol, Gulbis controlou bem a partida no início e conquistou uma quebra no segundo game para confirmar a vitória no primeiro set.

Na segunda parcial, o tenista da Letônia voltou a superar o serviço de Federer logo no começo, mas então o líder do ranking mundial acordou no jogo e não deu mais chances para o adversário. Foram três quebras e seis games conquistados de forma consecutiva para empatar o jogo. No set decisivo, o suíço se manteve seguro e definiu o triunfo.

Nas semifinais, ele pode encontrar com o escocês Andy Murray, que enfrenta ainda nesta sexta o espanhol David Ferrer. Terceiro favorito em Madri, Murray é um dos poucos tenistas em atividade no circuito que têm vantagem no confronto direto contra o número 1 do mundo. Em 11 duelos, Federer perdeu seis vezes para o tenista britânico.