O suíço Roger Federer foi surpreendido nesta quarta-feira pelo francês Julien Benneteau e se despediu do Masters 1000 de Paris logo em sua estreia. O número 1 do mundo foi derrotado de virada por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/6 (7/4) e 6/4, após 1h55min de confronto.

Com o revés, Federer alcançou sua segunda derrota em menos de uma semana. No domingo, ele perdeu a chance de se sagrar tetracampeão do ATP 500 da Basileia, diante sua torcida, ao ser derrotado na decisão pelo sérvio Novak Djokovic.

Nesta quarta, o suíço teve um início de jogo tranquilo e deu a entender que teria um caminho tranquilo rumo às oitavas de final do torneio. No primeiro set, ele aproveitou uma das quatro chances para quebrar o serviço do rival. Benneteau, por sua vez, não conseguiu ameaçar o saque do número 1.

No entanto, o jogo mudou na segunda parcial. Embalado pela torcida, o francês equilibrou a partida e mostrou que não entregaria fácil o jogo. Os dois tenistas mostravam grande aproveitamento em seus serviços e não cederam nenhum break point. Assim, o set foi decidido no tie-break, onde o anfitrião se saiu melhor.

Cada vez mais confiante, Benneteau começou bem o terceiro set e impôs a primeira e única quebra sobre Federer logo no início, abrindo 3 a 1. Na sequência, o suíço precisou salvar mais seis break points, enquanto o francês esteve perto de perder o saque em três oportunidades. Benneteau, porém, se defendeu bem e conquistou sua primeira vitória, em três jogos, sobre o líder do ranking.

Agora, Benneteau terá pela frente o compatriota Gael Monfils, número 16 do mundo. Monfils avançou no torneio ao bater o também francês David Guez por 6/4 e 7/5. Mais cedo, o croata Marin Cilic garantiu vaga nas oitavas ao eliminar o polonês Lukasz Kubot por 2 a 1, parciais de 6/7 (3/7), 6/4 e 6/2.

Ainda nesta quarta, o checo Radek Stepanek superou o sérvio Viktor Troicki por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0. Stepanek vai encarar na próxima fase o vencedor do confronto entre o escocês Andy Murray, número quatro do mundo, e o americano James Blake.