Roger Federer saiu do sério como poucas vezes na carreira hoje em duelo pelas quartas de final contra o argentino Juan Martín Del Potro. Normalmente frio nas reações, o suíço número 3 do mundo surtou no final do segundo set, reagiu e ganhou, de virada, por 3/6, 6/7 (4-7), 6/2, 6/0 e 6/3.

O argentino Del Potro vinha melhor nos momentos decisivos. Com um saque mais consistente, conseguiu atacar bem Federer.
O suíço, por sua vez, sentiu o poder do argentino e no tie-break acabou saindo do sério. Depois de perder uma longa disputa de bola, gritou em bom tom um “cala a boca” justamente após um ponto em que a torcida ficou falando bastante justamente por conta das fortes trocas de bola.

No terceiro e quarto set, porém, Federer jogou como quis e não permitiu qualquer tipo de reação de Del Potro.
No quinto set, o suíço salvou uma tentativa de quebra do argentino logo no primeiro game, mas se manteve firme até o final.

Na semifinal, ele enfrentará o ganhador do jogo entre o sérvio Novak Djokovic e o francês Jo-Wilfried Tsonga.