O número 1 do mundo, o tenista suíço Roger Federer, perdeu um set mas não o jogo contra o norte-americano John Isner, hoje no US Open, disputado em Nova York. Federer avançou às oitavas de final do Grand Slam ao marcar 67 (4), 62, 64 e 62.

"É difícil jogar contra um adversário que saca tão bem como o Isner", disse Federer, que fez muitos elogios ao adversário.

Isner em quadra é quase como ter um atleta da NBA jogando tênis. Do alto de seus 2,05 metros aplicou 18 aces em Federer, e sempre com uma média de velocidade acima dos 200 quilômetros por hora.