O brasileiro João Souza, conhecido pelo apelido Feijão, foi eliminado na segunda rodada do Torneio de Doha, ATP 250 disputado no Catar. Nesta quarta-feira, o número 117 do mundo perdeu para o italiano Andreas Seppi, 45º colocado no ranking, por sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2, em 1 hora e 12 minutos.

Após estrear em Doha com vitória sobre o tunisiano Malek Jaziri, na última terça-feira, Feijão não resistiu a Seppi, em um duelo inédito. O italiano disparou sete aces contra apenas três do brasileiro e foi mais eficiente nos break points aproveitando quatro de oito e se salvado em quatro das cinco oportunidades em que teve o seu saque ameaçado.

Feijão até começou bem a partida desta quarta-feira, conseguiu uma quebra de serviço no quarto game e chegou a abrir 5/2 no primeiro set. Depois disso, porém, o brasileiro perdeu cinco games seguidos, incluindo dois quando sacava – o nono e o 11º – e acabou sendo batido por 7/5 pelo italiano.

No segundo set, Feijão manteve o seu serviço nos dois primeiros game que sacou, o primeiro e o terceiro. Depois, porém, ele foi dominado por Seppi, que fechou a parcial em 6/2 e o jogo em 2 sets a 0 para se classificar às quartas de final do Torneio de Doha.

Também nesta quarta-feira, o espanhol David Ferrer, número 10 do mundo, avançou em Doha ao vencer o compatriota Fernando Verdasco, 33º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1 hora e 17 minutos. Em busca de uma vaga nas semifinais, Ferrer vai enfrentar o alemão Dustin Brown, número 98 do mundo, que bateu Jan-Lennard Struff (7/6 e 6/4).

Já o croata Ivo Karlovic, número 27 do mundo, se garantiu nas quartas de final do Torneio de Doha ao superar o georgiano Nikoloz Basilashvili (7/6 e 6/3).