O técnico Luiz Felipe Scolari saiu de campo satisfeito com mais uma vitória do Brasil na Copa das Confederações, nesta quarta-feira. Mas não deixou de apontar “momentos de desatenção” da seleção diante do México, principalmente no segundo tempo.

“Saio satisfeito com o resultado, sim. Mas, em determinados momentos, quando estávamos com o jogo dominado, tivemos muitas dificuldades, principalmente quando o David Luiz saiu”, comentou o treinador, referindo-se à saída provisória do zagueiro para estancar o sangue do nariz, após um choque com Thiago Silva, no primeiro tempo.

“Nos perdemos durante 15, 20 minutos e eles dominaram o jogo. Em determinados momentos tivemos desatenção nos lados do campo. Temos que corrigir isso”, alertou Felipão, que preferiu deixar as críticas de lado para elogiar a postura da torcida na Arena Castelão, em Fortaleza.

“Tenho que ressaltar este espírito, a brasilidade. O que vimos e ouvimos aqui em Fortaleza foi muito bonito. E saiu daqui o grande o grito para que nos tornemos uma seleção cada vez mais completa para 2014”, declarou.

Sobre a próxima rodada, contra a Itália, Felipão evitou previsões. Apenas elogiou o desempenho dos jogadores que entraram somente no segundo tempo, como Jô, autor do segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre os mexicanos. “É bom ter que quebrar a cabeça para escolher os melhores. E, sabe como é, o pessoal do banco vai entrando e correspondendo. Estão plantando uma sementinha para o futuro”, declarou.