Às vésperas do clássico com o Santos, no domingo, o técnico Luiz Felipe Scolari não poupou elogios ao rival, aos craques Neymar e Ganso, e disse que espera ver Maikon Leite em campo, apesar do contrato com o Palmeiras. O atacante deverá aportar no clube da capital no final de junho.

“O time do Santos tem muito improviso. O Neymar e o Ganso estão entre os dois melhores jogadores do Brasil. No Neymar, nem dá para pensar em marcação individual porque ele sai para tudo que é lado. Se escolher um lado para marcar, ele sai, vai buscar a bola em outro canto. O Ganso tem uma posição mais fixa, mas também é complicado de marcar. No entanto, o Santos não é só esses dois jogadores. Todos têm boas qualidades”, afirmou o treinador.

Felipão também elogiou o técnico Marcelo Martellote. “Ele está no Santos há muito tempo, e o Santos não ia dar a ele a condição de treinador do time principal à toa. É sinal de que ele tem o respeito da direção, dos torcedores e, principalmente, dos atletas. Isso é ótimo. Eu desejo a cada dia mais técnicos novos com capacidade e projeção, pois é bom para o futebol brasileiro”.

O técnico do Palmeiras comentou ainda que espera ver Maikon Leite em campo, no time rival, para mostrar seu profissionalismo. “Espero que ele seja profissional como demonstrou ser até agora. Que faça um ‘carnaval’ para cima da gente, pois o Santos é o clube que ele defende hoje. Não sei se ele vai jogar, mas, se jogar, espero que ele vá bem, porque é um jogador que é nosso. E quando vier para nós em julho, vamos recebê-lo muito bem”.

O atacante, porém, não deverá enfrentar seu futuro time. Seu afastamento nos últimos dez dias, por conta de uma conjuntivite, pôs fim a uma possível polêmica sobre sua atuação no clássico. “Se eu soubesse que Maikon Leite iria jogar bem e marcar dois gols nem o deixaria no banco. Colocaria direto no time. Eu tenho total confiança nele, mas não tenho a certeza de que ele vai jogar bem”, argumentou Martelotte, preocupado com o preparo físico do atleta. “Ele ficou em casa, sem treinar, para evitar que houvesse contágio, e só voltou a trabalhar em campo na terça”.

REFORÇOS – Entre os comentários sobre o rival de domingo, Felipão deixou escapar nesta sexta que o clube já encaminhou a contratação de um zagueiro para substituir Danilo. Ele deixará o Palmeiras na janela do meio do ano. “Tenho alguma coisa tratada que me deixa despreocupado quanto a isso”, afirmou.

Felipão disse ainda que espera pela renovação do contrato de Marcos Assunção. “Mas não sou eu que decido. Quero que ele renove, mas aspecto financeiro não é comigo”, opinou. Por fim, o treinador voltou a descartar a contratação de Jobson, que está de saída do Atlético-MG, para formar dupla de ataque com Kléber. “Nunca mais falamos em Jobson desde janeiro. Isso é coisa de quem quer criar alguma situação, empurrar um problema”, declarou.