O Grêmio recebeu o Internacional na Arena no primeiro jogo da decisão do Campeonato Gaúcho, no último domingo. O empate por 0 a 0 não estava nos planos da torcida, que esperava ver a equipe largar em vantagem em casa, mas nem por isso foi desvalorizado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Principalmente porque o time jogou com um a menos, após a expulsão de Pedro Geromel, a partir dos 17 minutos do segundo tempo.

“Foi bom, gostei bastante do Grêmio. As melhores oportunidades foram nossas, quando estávamos com o mesmo número de jogadores. Dos empates, o 0 a 0 ainda é o melhor, nos leva a possibilidade de vitória e empate com gols. Gostei da minha equipe, parabenizei os meus jogadores. Quando o Inter ficou com um jogador a mais, aí sim fez por merecer a vitória”, comentou.

Com o resultado do primeiro jogo, o Grêmio será campeão no domingo que vem, no Beira-Rio, com qualquer vitória ou até com um empate com gols. Até por isso, Felipão admitiu ter ficado satisfeito com o placar. Mas o próprio treinador sabe que a torcida, por sua paixão, não enxergou desta forma.

“Foi frustrante, quem sabe, para a torcida. Mas para nós, profissionais, não foi”, afirmou. “Jogamos por uma vitória ou um empate. Não estamos em desvantagem. Se fizermos o que fizemos aqui, precisamos empatar ou ganhar para sermos campeões.”