O técnico Luiz Felipe Scolari confirmou neste domingo a sua intenção de não mudar a escalação da seleção brasileira para o jogo contra o México, terça-feira, no Castelão, pela segunda rodada do Grupo A da Copa do Mundo. Assim, em coletivo realizado na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), começou a atividade com a mesma formação que iniciou a vitória do Brasil por 3 a 1 sobre a Croácia, na última quinta-feira, em São Paulo, no Itaquerão.

O coletivo deste domingo foi o primeiro e único trabalho com bola da seleção em Teresópolis entre a abertura da Copa e o confronto com o México. Afinal, na sexta-feira e no sábado só os reservas treinaram – eles trabalharam na caixa de areia e disputaram um jogo-treino contra o time Sub-20 do Fluminense, respectivamente.

Dessa vez, porém, os titulares foram ao campo e Felipão confirmou a sua intenção de não alterar o time titular após a vitoriosa estreia na Copa. Assim, o volante Paulinho, que chegou a treinar com os reservas no jogo-treino do último sábado, e o atacante Hulk, que deixou a vitória sobre a Croácia reclamando de dores musculares, estão garantidos no duelo com o México.

Com isso, a seleção treinou com a formação campeã da Copa das Confederações, considerada a ideal por Felipão e que tem: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Fred e Neymar.

A não ser que aconteça alguma surpresa de última hora, como uma lesão, esta será a escalação do Brasil para o duelo com o México, em que o time dirigido por Felipão pode até obter a classificação antecipada às oitavas de final da Copa.

Ainda neste domingo, a seleção viaja para Fortaleza, onde treinará na próxima segunda-feira, no Castelão, na véspera do seu segundo compromisso no Mundial.