O ex-goleiro e empresário Gilmar Rinaldi, que cuida da carreira do atacante Adriano, afirmou nesta terça-feira que o técnico Luiz Felipe Scolari tentou levar seu pupilo da Inter de Milão para o Chelsea durante a última janela de transferências, em janeiro.

“Nós falamos sobre isso muitas vezes, mas no fim ele conversou com a diretoria da Inter e não houve acordo”, contou Gilmar, em entrevista a uma rádio italiana. O único acordo entre os dois clubes foi o empréstimo do meia Quaresma, que ficará no Chelsea até o fim da temporada, em junho.

A falta de reforços na janela de transferências do inverno europeu era uma das queixas de Felipão com o Chelsea, que o demitiu nesta segunda-feira por causa dos maus resultados recentes. O holandês Guus Hiddink é o principal candidato a substituir o brasileiro.