Depois de errar na corrida na Malásia e desperdiçar a chance de conseguir a primeira vitória na temporada 2007 da Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa se redimiu ontem ao vencer de ponta a ponta o GP do Bahrein e entrar na luta pelo título da categoria. Ele completou a prova, a terceira do ano, com o tempo de 1h33min27s515.

O piloto da Ferrari conseguiu um final de semana perfeito no Circuito de Sakhir. Além de ganhar a corrida, ele cravou a pole position e fez a volta mais rápida ao longo das 57 voltas percorridas. Com o excelente desempenho, Massa, que havia ficado em sexto e quinto na corridas anteriores, entra na luta no Mundial de Pilotos, ocupando a quarta colocação com 17 pontos, cinco a menos que os líderes.

?Não consegui grandes resultados na Austrália e na Malásia. Mas aqui no Bahrein, tudo foi perfeito, desde os primeiros treinos até o final da corrida. O carro rendeu muito bem e essa vitória foi muito importante para mim. Me aproximei dos líderes do campeonato e estou confiante em conquistar outras vitórias?, afirmou Massa.

O novato Lewis Hamilton (McLaren) segue surpreendendo. O inglês conseguiu a 2.ª colocação e subiu ao pódio pela 3.ª vez consecutiva neste ano. Já o finlandês Kimi Raikkonen, companheiro de Massa na Ferrari, cruzou a linha de chegada no terceiro posto, duas posições à frente do espanhol Fernando Alonso (McLaren).

O resultado da prova deixou a classificação geral embolada. O atual bicampeão da principal categoria do automobilismo mundial, Alonso, agora divide a 1.ª colocação com Raikkonen e com o colega de escuderia, Hamilton. Cada piloto soma 22 pontos. O alemão Nick Heidfeld (BMW) também é uma grande surpresa.

Ao completar a prova na 4.ª posição, ele soma 15 pontos, ocupa a 5.ª colocação no Mundial.

Devido ao fraco desempenho da Honda na temporada, o brasileiro Rubens Barrichello, que havia largado em 15.º, conseguiu apenas a 13.ª colocação. Seu companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, não conseguiu completar a prova.

A próxima etapa da F1 será no dia 13 de maio, no Circuito da Catalunha, na Espanha. A prova abrirá a temporada européia da categoria.