O técnico Alex Ferguson isentou o atacante Wayne Rooney de qualquer culpa pela polêmica indefinição sobre o seu futuro no Manchester United ocorrida na última semana. Depois de ver sua equipe derrotar o Stoke City por 2 a 1 no domingo, dia do aniversário de 25 anos do contundido Rooney, Ferguson disse que os empresários do jogador foram os culpados pelo imbróglio.

Rooney parecia pronto para deixar Old Trafford após questionar a capacidade do clube para contratar bons jogadores e o a equipe anunciar que ele tinha se recusado a assinar um novo contrato. Mas o atacante da seleção da Inglaterra terminou com a polêmica ao firmar um novo acordo por cinco anos.

O empresário de Rooney, Paul Stretford, tem sido amplamente criticado na mídia britânica por supostamente ter flertado com o Manchester City. “Há sempre questões a tratar”, disse Ferguson. “Quando seus jogadores estão no final de seus contratos, você tem que fazer algo para conseguir um novo. Eles são todos iguais. Você têm de lidar com os empresários deste mundo de hoje, o que é difícil. Os jogadores não são problema. Não há nenhum problema com os jogadores. Alguns empresários são difíceis”.