A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) multou a escuderia italiana Ferrari em US$ 100 mil (cerca de R$ 180 mil) por Felipe Massa ter deixado Fernando Alonso ultrapassá-lo após ter recebido uma mensagem da equipe pelo rádio: “Fernando Alonso é mais rápido que você. Entendeu a mensagem?”. O piloto espanhol foi o vencedor do GP da Alemanha deste domingo (25).

O piloto brasileiro defendeu a Ferrari e assumiu toda a responsabilidade pela ultrapassagem sofrida. O caso ainda vai ser julgado pelo Conselho Mundial da FIA, que pode punir a equipe e os pilotos com perda de pontos. O regulamento da Fórmula 1 é bem claro quanto a atitudes com essa, mas não especifica uma punição. Está escrito no artigo 39 que “ordens de equipe que interferem no resultado da corrida são proibidas”.

Em 2002, no GP da Áustria, Rubens Barrichello, na época também correndo pela Ferrari, desacelerou pouco antes da linha de chegada para permitir que o companheiro Michael Schumacher cruzasse a linha em primeiro lugar.