O espanhol Rafael Nadal, ex-número 1 do mundo, não precisou se esforçar para estrear com vitória no Masters 1000 de Montreal, nesta quarta-feira, depois de passar mais de dois meses longe das quadras. O número 2 do ranking contou com o abandono do compatriota David Ferrer para avançar às oitavas de final da competição canadense.

Por coincidência, Ferrer desistiu da partida por conta de dores no joelho, justamente o mesmo problema enfrentado por Nadal nesses últimos meses. O “Rei do Saibro” não competia desde a eliminação precoce em Roland Garros no final de maio. A lesão no joelho deixou o espanhol fora do Torneio de Queens e de Wimbledon. Por consequência, ele perdeu pontos no ranking e viu o rival Roger Federer, campeão dos últimos dois Grand Slams, voltar ao topo da lista da ATP.

Nesta quarta, Nadal só precisou ficar em quadra por 36 minutos e disputar apenas sete games. O número dois do mundo vencia por 4 a 3, com uma quebra de vantagem sobre Ferrer, que já havia quebrado o saque de Nadal. A partida, marcada por muitos erros e 11 break points, foi interrompida por duas vezes para atendimento médico de Ferrer, antes de sua desistência.

No próximo jogo, Nadal vai enfrentar o alemão Philipp Petzschner, número 45 do mundo e algoz do também espanhol Tommy Robredo. Em ascendência no circuito, Petzschner surpreendeu o americano Sam Querrey na estreia.

Ainda nesta quarta, o chileno Fernando Gonzalez também contou com uma desistência para avançar na competição. Ele vencia por 1 set a 0 – 7/6 (7/2) – quando o alemão Tommy Haas desistiu do jogo com dores na mão. A partida já havia sido interrompida na primeira parcial para atendimento do tenista alemão. Nas oitavas, Gonzalez vai encarar o russo Nicolay Davydenko, que vem se recuperando no circuito.