A festa queniana na edição-2012 da São Silvestre está completa. Depois de Maurine Kipchumba faturar a prova feminina, foi a vez de Edwin Kipsang levar o título da prova masculina. Ele completou o percurso em 44m06, seguido por seu compatriota Joseph Aperumoi. Mark Korir, também do Quênia, ficou com a terceira colocação.

O melhor brasileiro foi Giovani dos Santos. Destaque das provas de rua do país ao longo desta temporada, ele ficou com a quarta posição e assegurou um lugar no pódio. Hafid Chani, do Marrocos, completou o pódio, na quinta colocação.

Como de costume, um grupo de sete atletas se destacou logo no início dos 15km da prova paulistana. Predominantemente africano, apenas Giomar Ferreira da Silva, José Roberto Jesus e Giovani dos Santos “se intrometeram” e marcaram presença para o Brasil no pelotão que se desgarrou.

A esperança de um brasileiro brigar pelo título logo se esvaziou, uma vez que três atletas do Quênia tomaram a dianteira no quinto quilômetro: Mark Korir, Joseph Aperumoi e Edwin Kipsang.

Em seguida, Kipsang e Korir conseguiram distanciar-se de Aperumoi e aparentemente duelariam pela vitória. Contudo, Korir, vice-campeão do ano passado, não suportou o forte ritmo de Kipsang, e deixou-o abrir vantagem logo no início da subida da Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, no trecho final da prova.

O Quênia reencontrou a vitória na São Silvestre após três anos. Desde 2009, quando James Kipsang levou o bicampeonato, o país africano não conquistava o título. Esta foi a 13ª vitória dos quenianos na São Silvestre.