Um empate valioso, um tropeço dentro do planejamento. Foi com essas definições que o técnico Cuca, do Palmeiras, avaliou o empate por 1 a 1, nesta quinta-feira à noite, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o time com quatro e não mais seis pontos na liderança da competição, com dois jogos seguidos como mandante nas próximas rodadas.

A equipe paulista tem pela frente o Botafogo, domingo, e um semana depois encara a Chapecoense. Já na rodada final do Brasileirão, o duelo será contra o Vitória, em Salvador. “Erramos o último passe em jogadas que definiríamos contra o gol do Atlético-MG. Fica o gostinho de quero mais, de que poderíamos ter ganhado. Viemos para ganhar, não conseguimos, mas ficamos com um ponto que vai valer ouro”, afirmou o treinador em entrevista coletiva.

O Palmeiras abriu o placar com Gabriel Jesus no primeiro tempo, cedeu o empate na etapa final, com gol marcado pelo argentino Lucas Pratto. O time paulista teve dificuldades para aguentar a pressão adversária. A equipe local teve mais posse de bola e comandou as ações do jogo na maior parte do tempo.

Cuca explicou que o empate não causa preocupação porque a vantagem construída anteriormente possibilita ter tranquilidade. “Temos um jogo duro com o Botafogo, que luta pela Libertadores. Vamos descansar bem, alimentar bem e concentrar bem, para domingo fazermos uma grande partida. Essa diminuição de pontos está no cronograma para ser campeão”, afirmou.

O técnico elogiou a presença decisiva de Gabriel Jesus. O atacante voltou a marcar pelo time após dois meses de jejum e entrou em campo dois dias depois de ter participado de compromisso pela seleção brasileira contra o Peru, em Lima, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. “O torcedor palmeirense tem de valorizar e muito esse menino. Não sei se eu, nessa situação que ele está, teria tanto amor pelo clube como ele tem pelo Palmeiras”, comentou.