Os pugilistas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara estão em Havana desde domingo. Eles abandonaram a delegação cubana durante o Pan do Rio.

Em um artigo publicado em um jornal local, Fidel Castro prometeu que não pedirá a prisão dos desertores. ‘Serão oferecidas a eles tarefas decorosas e em favor do esporte, de acordo com seu conhecimento e experiência.