A Fifa vai questionar o árbitro e os jogadores que participaram da “incomum” vitória do Bahrein por 10 a 0 sobre a Indonésia, em partida válida pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2014. Os depoimentos fazem parte do processo de investigação aberto pela entidade sobre o confronto.

Nesta sexta-feira, a Fifa disse que está “prosseguindo com esta investigação como uma prioridade” das divisões de segurança da entidade na Jordânia e Malásia. Os investigadores vão “questionar alguns jogadores das equipes, comissão técnica, árbitros e outros envolvidos no jogo”.

O árbitro libanês Andre El Haddad expulsou o goleiro da Indonésia aos dois minutos do primeiro tempo e marcou quatro pênaltis para o Bahrein. A Fifa também explicou que pode investigar as apostas feitas sobre a partida, disputada em 29 de fevereiro em Manama.

A vitória do Bahrein levantou suspeitas porque a equipe estava três pontos atrás do Catar e com uma desvantagem de nove gols de saldo. Apesar do expressivo triunfo barenita, a seleção catariana arrancou um empate por 2 a 2 com o Irã e avançou nas Eliminatórias Asiáticas.