Depois de uma longa e fechada reunião, nesta quarta-feira, em Zurique, a Fifa anunciou a suspensão provisória de dois membros do Comitê Executivo da entidade. Amos Adamu, da Nigéria, e Reynald Tamarii, do Taiti, são acusados de tentar vender seus votos nas eleições das sedes da Copa do Mundo de 2018 e 2022, que estão marcadas para acontecer no dia 2 de dezembro.

A denúncia foi feita no último domingo, em matéria do jornal inglês The Sunday Times. Repórteres do diário se passaram por lobistas norte-americanos, interessados na escolha dos Estados Unidos para ser sede da Copa, e tentaram negociar os votos de Amos Adamu e Reynald Tamarii, que teriam aceitado a possibilidade de fechar acordo para a venda dos mesmos.

Presidente da Confederação de Futebol da Oceania, Reynald Tamarii teria pedido US$ 2,3 milhões para financiar a criação de uma academia de futebol em Auckland, na Nova Zelândia. Enquanto isso, Amos Adamu teria tentado vender seu voto por US$ 800 mil, que seriam destinados a construir quatro campos de futebol com grama artificial na Nigégia.

Diante da denúncia, que inclui até mesmos gravações, a Fifa abriu investigação imediata sobre o caso, que foi levado nesta quarta-feira ao Comitê de Ética da entidade. A medida inicial foi a suspensão provisória de Amos Adamu e Reynald Tamarii, que estão proibidos de tratar de qualquer assunto relacionado ao futebol até que tudo esteja apurado.

Após a reunião do Comitê de Ética e a suspensão provisória dos acusados, a Fifa revelou que a investigação do caso continua, sem, no entanto, estipular uma data para o seu final. Mas a expectativa é que haja uma solução em 30 dias, antes da eleição das sedes da Copa, nas quais Amos Adamu e Reynald Tamarii estariam entre os 24 membros do Comitê Executivo com direito a voto.

A Copa de 2018 será realizada na Europa, com quatro candidaturas participando da eleição: Inglaterra, Rússia, Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda. E o Mundial de 2022 está sendo disputado por Austrália, Japão, Catar, Coreia do Sul e Estados Unidos. As duas sedes serão definidas pela Fifa no mesmo dia 2 de dezembro.