A vitória do Bahrein por 10 a 0 sobre a seleção da Indonésia, em partida válida pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2014, será analisada em uma investigação de “rotina”, disse a Fifa nesta quinta-feira. “A Fifa vai realizar uma avaliação de rotina sobre o jogo e seu resultado”, disse o órgão máximo do futebol em um comunicado.

A partida levantou suspeitas porque o Bahrein tinha que tirar uma diferença de nove gols de diferença de saldo em relação ao Catar para avançar no torneio classificatório. Além disso, o Bahrein precisava que o Catar perdesse a sua partida, mas a equipe arrancou o empate por 2 a 2 com o Irã ao fazer um gol aos 38 minutos do segundo tempo, o que garantiu a sua passagem para a próxima fase das Eliminatórias.

A Fifa disse que uma investigação inicial é justificada “dado o resultado incomum diante das expectativas e da história do confronto direto, e no interesse de manter a confiança inequívoca no nosso jogo”.

O goleiro indonésio Samsidar foi expulso aos dois minutos do primeiro tempo, ao cometer um pênalti, que foi convertido pelo Bahrein. Os anfitriões marcaram mais um gol de pênalti na etapa inicial e foram ao intervalo vencendo por 4 a 0. A Indonésia perdeu todos os cinco jogos anteriores do grupo, sofrendo 16 gols e marcando apenas três.