Embaixador da Inter de Milão e ex-jogador do clube, o português Luis Figo festejou o fato de o time ter escapado de um confronto com uma grande potência do futebol europeu já nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O sorteio dos duelos realizado nesta sexta-feira em Nyon, na Suíça, colocou o CSKA Moscou no caminho da equipe italiana no principal torneio interclubes do futebol europeu.

A Inter de Milão enfrentará o time russo em casa no primeiro confronto do mata-mata e em seguida tentará assegurar um lugar nas semifinais em Moscou. “É sempre difícil avaliar os times que você enfrenta nesta fase porque todos são de alta qualidade, mas a Inter pode ficar feliz porque nós evitamos (no sorteio) grandes nomes como Barcelona e Manchester United”, admitiu Figo.

O ex-jogador, porém, lembrou que atuar em Moscou “nunca é fácil” e que a equipe de Milão terá de mostrar um “forte desempenho, como o que teve no duelo contra o Chelsea (nas oitavas de final da Liga dos Campeões)”.

Caso passe pelo CSKA, a Inter de Milão poderá ter pela frente na semifinal o Barcelona, que enfrenta o Arsenal em outro confronto válido pelas quartas de final. O fato não preocupa Figo. “Temos de pensar somente em nós. Como sempre digo, para ganhar a Champions (Liga dos Campeões), temos de ganhar de todas as equipes, inclusive as mais fortes”, ressaltou.