O Figueirense não vence desde a segunda rodada e, desde então, vem caindo pelas tabelas. De líder, o Figueirense caiu para a 14.ª posição, com sete pontos. Perdeu seus últimos dois jogos – para Guarani e Atlético Goianiense.

Disposto a voltar a vencer, o Figueirense pode ter a dupla Fernandes e Pedrinho no meio de campo. ‘Tudo depende do Roberto Fernandes, do esquema que ele montar. O importante é que o Pedrinho está pronto e busca seu melhor futebol e eu estou bem e não sinto dor’, garantiu Fernandes, que está no clube desde 1999.

Em meio à crise – que quase culminou com a demissão de Roberto Fernandes – não faltam críticas aos atletas. E Pedrinho é um dos principais alvos. “Eu não peço para não ser criticado. Eu só fico chateado quando eu sou criticado antes mesmo de começar a partida. As pessoas, às vezes, deixam de analisar o que acontece no jogo para direcionar as reclamações para mim”, afirmou o jogador, que em Florianópolis luta para recuperar o futebol que o projetou como um dos talentos do futebol brasileiro. O Figueirense joga todas as suas fichas nesses dois jogos que faz em casa (na próxima semana, frente ao Vasco) para se recuperar na Série B.