Florianópolis – O Figueirense voltou a tropeçar e só empatou com o Brasiliense, ontem, em Florianópolis. O time catarinense segue na zona de rebaixamento.

O Brasiliense começou assustando a defesa adversária. O Figueirense, então, apertou a marcação e reduziu os espaços do rival. A estratégia deu certo. Aos 27?, Edmundo deu passe açucarado para o atacante Adriano, que tocou por baixo de Eduardo, abrindo o placar.

Aos 34?, foi a vez de Iranildo calar a torcida ao se livrar da marcação e fazer um belo gol. A resposta do Figueira foi rápida. Fernandes entortou a defesa e fez assistência para o lateral Michel Bastos tocar na saída de Eduardo.

Na etapa final, o Brasiliense foi o dono do jogo. Retraído diante da aplicação do Jacaré, o Figueira teve poucas chances. E numa jogada de bola parada o Brasiliense evitou a derrota. Tiano cobrou falta e, na sobra do goleiro Edson Bastos, Oséas tocou para o fundo.

Ficha Técnica

Figueirense – Édson Bastos; Dudu, Cléber, Eloy e Michel Bastos; M. Martins (Rodrigo), C. Alberto, Bilu, Fernandes (M. Paraná); Edmundo e Adriano (Alexandre). Técnico: Zé Mário. Brasiliense – Eduardo; Gérson (Robston), Régis e A. Turatto; Dida, Vampeta (Tiano), Deda, Iranildo, A. Oliveira (Igor) e Rochinha; Oséas. Técnico: J. Santana. Gols: Adriano, aos 27?, Iranildo, aos 34?, e Michel Bastos, aos 37? do 1.º tempo. Oséas, aos 37? do 2.º tempo. Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS). Público: 7.682 pagantes. Renda: R$ 85.055,00. Local: Orlando Scarpelli.