Oeste e Figueirense empataram por 2 a 2 neste sábado à noite, no Estádio dos Amaros, no fechamento da 36.ª rodada da Série B. O resultado foi justo, mas insuficiente para que os dois times atingissem o seu objetivo. A igualdade foi especialmente ruim para a equipe catarinense, que ficou com 56 pontos, em sexto lugar, a três pontos do G4.

Já o time paulista, que vinha de dois empates, chegou aos 45 pontos, em 13.º lugar, virtualmente livre do rebaixamento, mas ainda não de forma matemática. Para tanto, ainda precisa de um ponto. Nas últimas duas rodadas, o Oeste vai receber o Atlético-GO, na sexta-feira, às 19h30, em Itápolis. Depois sai diante do América-RN.

Já o Figueirense terá um jogo fácil sexta-feira, às 19h30, em casa, diante do rebaixado ASA, encerrando a temporada em Bragança Paulista, contra o Bragantino.

O jogo começou atrasado em 15 minutos por falta de energia elétrica. E no início o Figueirense mostrou mais força ofensiva, mesmo porque entrou escalado praticamente com três atacantes: Éverton Santos, Rafael Costa e Pablo. Apesar da pressão, o time catarinense só ameaçou num chute de longe de Wellington Saci, que passou perto da trave esquerda de Fernando Leal.

O Oeste, como sempre, começou preocupado em acertar a marcação. E na primeira vez que finalizou, abriu o placar, aos 26 minutos. Lelê não conseguiu pegar o cruzamento e a bola sobrou para Marquinhos Paraná. Perto da linha da grande área, ele ajeitou e bateu forte, no canto direito do goleiro Tiago Volpi.

No segundo tempo, com uma fria chuva, o Oeste voltou mais na frente e quase empatou aos 4 minutos num chute de Lelê, defendido por Volpi. A pressão era total e o Figueirense optou por se defender para tentar algo no contra-ataque.

Aos 16 minutos, o time paulista empatou. Eric cruzou alto, o goleiro Tiago Volpi não conseguiu fazer o encaixe e deixou a bola cair nos pés de Marquinhos Paraná, que completou para as redes.

FICHA TÉCNICA:

OESTE 2 X 2 FIGUEIRENSE

OESTE – Fernando Leal; Eric, Dezinho, Mauro Viana (César Gaúcho) e Piauí; Adriano Alves, Memo, João Denoni e Marquinhos Paraná; Jheimy e Lelê (Fernandes). Técnico – Luis Carlos Martins.

FIGUEIRENSE – Tiago Volpi; André Rocha, Thiego, Douglas Marques e Wellington Saci (Zé Roberto); Nem, Rodrigo Souto (Arthur) e Maylson; Éverton Santos, Rafael Costa e Pablo (Luan). Técnico – Vinícius Eutrópio.

GOLS – Marquinhos Paraná, aos 26, Maylson aos 35, e Pablo aos 42 minutos do primeiro tempo. Marquinhos Paraná, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

CARTÕES AMARELOS Marquinhos Paraná e João Denoni (Oeste). Luan (Figueirense).

RENDA – R$ 5.018,00.

PÚBLICO – 575 pagantes.

LOCAL – Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).