Nem mesmo o feriado de 7 de setembro prolongado afastou o público do último Atletiba do ano, válido pelo Campeonato Brasileiro, na manhã deste domingo (10), na Arena da Baixada. O maior embate do futebol paranaense teve de tudo um pouco. Provocações antes, durante e depois do jogo, lances polêmicos, jogadas de efeito, reclamações com a arbitragem e terminou com o empate em 1×1, que ficou ruim para Atlético e Coritiba.

A chegada das duas torcidas à Arena aconteceu de forma tranquila segundo a Polícia Militar. O que realmente incomodou torcedores atleticanos e coxas-brancas foi o cadastro da biometria. Minutos antes de a bola rolar, longas filas ainda se formavam para a realização do procedimento que, a partir deste jogo, passou a ser obrigatório no estádio.

Provocações dos rivais tomaram conta da Arena da Baixada. Fotos; Albari Rosa
Provocações dos rivais tomaram conta da Arena da Baixada. Fotos; Albari Rosa

Até por conta das filas e da demora para o cadastro, o público dentro da Baixada quando os times entraram em campo não era grande. Especialmente a torcida do Furacão, que entrou para acompanhar o clássico já com a bola rolando. Alguns torcedores chegaram a desistir de acompanhar a partida. As filas acabaram somente no final do primeiro tempo. Do lado do Coxa, o momento de movimentação mais intensa foi quando a torcida organizada Império Alviverde chegou.

Do lado de dentro, por conta da proibição de instrumentos para as duas torcidas, o duelo foi no grito. Provocações vinham dos dois lados e, de forma sadia, divertiam o bom público presente. Do lado rubro-negro, o lateral-direito Léo, ex-jogador do Furacão, e o atacante Kleber eram os principais alvos de vaias durante a partida.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

Até mesmo um torcedor rubro-negro se vestiu de fantasma da Série B para provocar o rival, que tem o risco de terminar a rodada dentro da zona de rebaixamento. Se não fosse o empate conquistado no final pelo Atlético, o Alviverde poderia ter terminado essa rodada somente um ponto atrás do rival.