Esta tarde, às 17 horas, no Hipódromo do Tarumã, será realizada a grande final do turfe paranaense, com a participação dos vencedores das seletivas da tarde de ontem, esperando-se um grande show de velocidade, apesar do reduzido número de animais inscritos.

Lembramos que no ano passado, com quatro finalistas, Fast Look venceu em tempo recorde, 38?8, derrotando com autoridade Quartier Buck, terminando nas posições imediatas Biempensado e Ozone. A vencedora, de criação do Haras J. B. Barros, defendeu a farda do Haras Xará/Mineral Park, apresentada por A. Bittencourt e dirigida por Roque Barbosa.

Este ano, porém, lamentavelmente apenas cinco animais foram confirmados e, desta forma, somente dois  participarão da grande final, às 17 horas, com trilhos cercados.

Lembramos que no ano passado o movimento de apostas atingiu a soma de R$ 614 mil. Apesar de se esperar mais, os promotores do evento consideraram bom o índice financeiro.

Tríplice Coroa

Após a final da penca, as atenções dos turfistas estarão voltadas para o Grande Prêmio Luiz Gurgel do Amaral Valente que, na distância de 1.600 metros, com dotação de R$ 6.300,00, marcará o início da Tríplice Coroa do turfe paranaense.

A Comissão de Turfe, com apoio dos treinadores, conseguiu formar excelente programa de dez páreos, contando a importante corrida com sete produtos de três anos, que prometem movimentada decisão, sendo arriscado apontar qualquer um deles como favorito.

Entre as provas complementares figuram duas reservadas para produtos de 2 anos de idade hípica, sendo o quarto páreo com sete animais e a sexta prova com onze.

Uma programação, portanto, excelente, que deverá atrair grande público ao Tarumã, esperando-se bom movimento de apostas.

As corridas da próxima quarta-feira, com início às 16 horas, têm seu final marcado para as 20h45, com transmissão para as agências de São Paulo, Rio de Janeiro, Ponta Grossa e Camboriú.