Mano Menezes mal chegou ao Flamengo e já terá que lidar nos próximos dias com a primeira polêmica na nova equipe. Nesta segunda-feira, o clube carioca anunciou a rescisão contratual do veterano meia Renato Abreu, de 35 anos. Nem a diretoria nem o jogador forneceram maiores detalhes dos motivos que levaram à quebra do vínculo.

Renato estava em sua segunda passagem pelo Flamengo, que começou em 2010 – antes, havia atuado no clube de 2005 a 2007 – e vinha perdendo espaço na equipe nos últimos tempos. Uma das razões para a decisão da diretoria teria sido inclusive os atritos do meia com o ex-técnico da equipe, Jorginho, justamente pela insatisfação com as poucas oportunidades.

A dispensa de Renato surpreendeu a todos, até porque sequer foi cogitada na apresentação do técnico Mano Menezes nesta segunda-feira. Na ocasião, estiveram presentes na entrevista coletiva o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o vice de futebol Wallim Vasconcellos e o diretor executivo de futebol Paulo Pelaipe, mas nenhum dele fez qualquer referência ao jogador.

No total, Renato atuou em 271 jogos pelo Flamengo, nos quais marcou 73 gols, levando-o ao posto de maior artilheiro do clube neste século. “A diretoria rubro-negra agradece a Renato pelos serviços prestados e deseja ao atleta sucesso na continuidade de sua carreira”, apontava o comunicado no site oficial flamenguista.