Talvez nem o mais otimista torcedor do Flamengo esperava uma vitória fácil sobre o Internacional, atual campeão da Libertadores e dono de um elenco forte. Mas o time carioca ganhou com tranquilidade, sem correr risco: fez 3 a 0, na noite deste sábado, no Engenhão, e saiu de campo aplaudido e aliviado.

Com a grande vitória, o Flamengo conseguiu se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro – ocupa agora a 13ª posição, com 37 pontos. Já o Inter, com o tropeço, viu o sonho de brigar pelo título nacional ficar mais distante: está em quinto lugar, com 47 pontos.

Com a derrota deste sábado, que o afasta muito da disputa pelo título, o técnico Celso Roth deve começar a poupar alguns titulares do Inter para a sequência do Brasileirão, pois a equipe disputa o Mundial de Clubes, em dezembro, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O goleiro Renan, do Inter, não fez nenhuma defesa no primeiro tempo, mas sofreu dois gols. O primeiro saiu aos 14 minutos, num pênalti marcado pelo zagueiro Índio e convertido pelo atacante Deivid, de volta ao time titular do Flamengo após contusão de Val Baiano.

Já o segundo gol do Flamengo surgiu em cobrança de falta, de longa distância, do meia Renato Abreu. Renan demorou a saltar para defender a bola e falhou no lance. “Ele bateu bem”, justificou o goleiro do Inter, livrando-se de culpa na jogada ocorrida aos 38 minutos.

Com isso, o Flamengo, mesmo sem ser brilhante, desceu para o vestiário no intervalo com 2 a 0 no placar. Durante os 90 minutos, o Internacional não jogou bem, foi presa fácil. A prova disso é que o goleiro flamenguista Marcelo Lomba foi um mero espectador da partida, quase não sujou o uniforme.

O Flamengo liquidou o jogo logo no começo do segundo tempo. No primeiro minuto, Deivid desviou de cabeça e fez 3 a 0, esfriando qualquer reação do Inter. Sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, a equipe carioca segue invicta: em três jogos, venceu dois (sobre Inter e Atlético-GO) e empatou um, contra o Avaí.

FICHA TÉCNICA:

Flamengo 3 x 0 Inter

Flamengo – Marcelo Lomba; Rafael Galhardo (Fernando), Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado (Toró), Correa, Kleberson (Fierro) e Renato Abreu; Diego Maurício e Deivid. Técnico – Vanderlei Luxemburgo.

Inter – Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Derley, Wilson Matias, Tinga (Andrezinho), Giuliano e D’Alessandro (Edu); Alecsandro (Leandro Damião). Técnico – Celso Roth.

Gols – Deivid (pênalti), aos 14, e Renato Abreu, aos 38 minutos do primeiro tempo; Deivid, a 1 minuto do segundo tempo.

Árbitro – Djalma Beltrami (RJ).

Cartão amarelo – Índio e Correa.

Renda – Não disponível.

Público – 9.479 pagantes.

Local – Estádio do Engenhão, no Rio.