O Flamengo dispensou o goleiro Bruno da viagem desta terça-feira para Itu, onde a equipe fará sua intertemporada para o retorno do Campeonato Brasileiro. Suspeito de ter participado do desaparecimento da ex-namorada Eliza Samudio, o jogador ficará treinando no Ninho do Urubu, centro de treinamento do time no Rio de Janeiro.

“O Bruno ficará afastado do restante do grupo, que irá para Itu. Ele permanecerá à disposição para qualquer chamado das autoridades e trabalhará no Ninho do Urubu”, disse a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, em entrevista coletiva. “Não é uma punição. Entendemos que ele está para ser chamado para prestar esclarecimentos à polícia de Minas Gerais e, por isso, ficará no Rio, treinando sozinho.”

Eliza Samudio, de 25 anos, está desaparecida há três semanas. A polícia suspeita de que Bruno, que teria um filho de quatro meses com a ex-namorada, tenha participado do sumiço. O inquérito foi instaurado após denúncia anônima, segundo a qual Eliza teria sido espancada e suas roupas queimadas no sítio do goleiro, no Condomínio Turmalina, na cidade Esmeralda, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A Justiça de Minas Gerais emitiu na tarde desta segunda-feira um mandado de busca e apreensão que permite à polícia entrar no sítio do goleiro.