O clima de euforia pela boa campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro é incontrolável entre os torcedores. Muitos já vislumbram um fim de ano com festa e mais um título. Diante desse cenário, o técnico Vanderlei Luxemburgo tenta mostrar ao elenco que, no futebol, nada se ganha na véspera e sem dedicação. Por isso, exige seriedade neste sábado contra o Coritiba, às 18h30, no Engenhão, para o time seguir invicto, com direito a mais uma vitória.

Assim, assumiria a liderança do campeonato pelo menos até este domingo, quando o Corinthians entra em campo contra o Atlético Paranaense, em Curitiba. “Não estamos pressionados pelo Corinthians nem por ninguém. Estamos jogando as partidas. Não existe pressão nem obrigação de tomar a liderança nessa ou naquela rodada”, disse Luxemburgo, numa clara tentativa de blindar seus jogadores.

Realmente, o retrospecto da equipe rubro-negra na temporada é expressivo: sagrou-se campeão invicto do Estadual do Rio de Janeiro, só perdeu um jogo em 2011 até o momento, está em segundo lugar no Brasileirão, tem o melhor ataque da competição e a terceira melhor defesa. “Estamos realizando um bom trabalho. Temos um grupo forte, mas é preciso o time continuar se dedicando para alcançar os objetivos”, ressaltou o meia Renato, convicto de que o jogo deste sábado não será fácil.

O Flamengo tem dois desfalques: o defensor Ronaldo Angelim e o volante Airton, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, cedem lugar para o volante Willians e o zagueiro Welinton, respectivamente.