Não será só a tradição do Flamengo na Copa do Brasil que o Atlético terá que superar se quiser ser campeão do torneio. O Furacão, para erguer a taça da competição nacional e garantir a vaga na Libertadores da América, terá que passar pelo time de melhor campanha até agora no torneio.

O rubro-negro carioca, nas 12 partidas que realizou até agora na edição de 2013, conseguiu dez vitórias, um empate e perdeu apenas uma vez. Com isso, os flamenguistas chegam na finalissima com aproveitamento de 86%. O único revés do time carioca foi para o Cruzeiro, nas quartas de final, quando perdeu por 2 x 1 no Mineirão, mas se classificou ao vencer por 1 x 0 no Rio de Janeiro.

Por outro lado, o caminho do Atlético na Copa do Brasil não foi tão fácil. Com muitos empates, o time atleticano mostrou que é possível jogar com o regulamento debaixo do braço para decidir a competição nacional. Com rendimento de 66%, o Furacão, comandado pelo técnico Vagner Mancini, conseguiu, nos 11 jogos que disputou, seis vitórias, quatro empates e uma derrota.

Porém, um fator importante anima o Atlético para a grande final da Copa do Brasil: sua defesa é uma das melhores do torneio. O Furacão tomou apenas 5 gols nas 11 partidas que disputou. Se mantiver este aproveitamento defensivo, o Rubro-Negro promete levar dificuldades ao Flamengo do atacante Hernane, chamado de “Brocador”, para conquistar o título inédito da competição nacional.

Outro ponto importante é o retrospecto flamenguista fora de casa. Justamente as duas vezes em que não ganhou na Copa do Brasil, foi quando não era o mandante. Já o Furacão tem 100% de aproveitamento em casa.