Em clássico com clima de final, o Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 1, neste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe rubro-negra fez boa partida e pressionou o rival desde o início. Sem Fred e Ronaldinho Gaúcho, o time tricolor das Laranjeiras teve dificuldades para criar jogadas e esbarrou na marcação do adversário.

Com o resultado, o Flamengo chega a 35 pontos e fica mais perto do G4 – a zona de classificação para a Copa Libertadores. Já o rival tricolor fica com os mesmos 33 pontos e cai para a 8ª colocação. As equipes voltam a campo no meio de semana pela 24.ª rodada. O Fluminense enfrenta o Coritiba na quarta-feira, em Curitiba, às 22 horas. O Flamengo recebe o Cruzeiro na quinta, novamente no Maracanã, às 21 horas.

O time rubro-negro começou melhor, criando mais oportunidades de gol e pressionando muito o Fluminense. Aos 2 minutos, Wallace cabeceou após cruzamento de Everton e Diego Cavalieri realizou grande defesa. No rebote, Gum cortou mal e Kayke finalizou com força: o goleiro tricolor salvou novamente. Aos 7, Everton fez bom cruzamento na área e Emerson chegou batendo de primeira, sendo travado por Wellington Silva.

Aos 9 minutos, Alan Patrick cobrou escanteio e Wallace, com o braço, amorteceu para Emerson chutar forte para o gol e abrir o placar. Os jogadores do Fluminense reclamaram muito da jogada. O árbitro chegou a hesitar, mas optou por marcar o gol flamenguista. Aos 14, Kayke recebeu bela enfiada de Pará e, de carrinho, finalizou bem deslocando o goleiro Diego Cavalieri. Era o segundo do Flamengo.

O Fluminense tinha dificuldades de criar jogadas e acabava optando por chutões. Aos 23 minutos, Kayke recebeu lançamento, escolheu o canto e finalizou bem, mas a bola saiu rente à trave. Com a vantagem, a equipe da Gávea passou a trocar passes a administrar o ritmo do jogo, sem ser ameaçado de perigo pelo rival. Aos 47, Everton fez novo cruzamento e Emerson chegou novamente na velocidade e chutou para fora.

O técnico Enderson Moreira trocou Pierre por Marcos Júnior na segunda etapa e o time do Fluminense ficou mais ofensivo. Apesar disso, aos 6 minutos, Everton cruzou, Kayke cabeceou e Diego Cavalieri defendeu. Dois minutos depois, Paulinho bateu forte da entrada da área e o goleiro tricolor teve que executar boa defesa.

Aos 11 minutos, Marcos Junior levantou na área, Samir agarrou Michael e o árbitro marcou pênalti. Jean bateu e fez o primeiro do Fluminense. Mas em nova pressão rubro-negra, Kayke recebeu livre dentro da área, cruzou, a bola foi cortada e voltou para o atacante. Em novo cruzamento, aos 23, encontrou Paulinho livre dentro da pequena área e o camisa 26 fez o terceiro gol do Flamengo. Kayke quase fez mais um após bela jogada de Canteros e Alan Patrick.

O jogo seguiu disputado, com algumas chances para ambos os lados, mas o Flamengo soube administrar a vitória e se saiu melhor na partida. Aos 49 minutos, Everton derrubou Cícero na linha da grande área para evitar um gol e foi expulso. O meia mesmo cobrou no canto esquerdo de Paulo Victor, que fez boa defesa.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 3 FLAMENGO

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e Gustavo Scarpa; Jean, Pierre (Marcos Júnior), Douglas e Cícero; Osvaldo (Gerson) e Michael (Wellington Paulista). Técnico: Enderson Moreira.

FLAMENGO – Paulo Victor; Pará, Samir, Wallace (César Martins) e Armero (Paulinho); Márcio Araújo (Jonas), Canteros, Alan Patrick e Everton; Emerson e Kayke. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS – Emerson, aos 9, e Kayke, aos 14 minutos do primeiro tempo; Jean (pênalti), aos 12, e Paulinho, aos 23 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pierre, Douglas, Osvaldo, Wellington Paulista, Marcos Júnior e Wellington Silva (Fluminense); Canteros, Samir, Márcio Araújo, Emerson, Kayke e Wallace (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO – Everton (Flamengo).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 2.311.160,00.

PÚBLICO – 50.468 pagantes (55.999 no total).

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).