Com Petkovic assistindo do banco de reservas, o Flamengo, sem inspiração e sem forçar, venceu o Madureira por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã, pela segunda rodada da Taça Rio. Vágner Love fechou o placar e chegou a nove gols em oito partidas pelo clube, artilheiro do Campeonato Carioca.

O time da Gávea assumiu a liderança do Grupo A, com seis pontos. O Madureira segue sem pontuar no segundo turno do estadual. Ocupa a quinta colocação do Grupo B.

As arquibancadas vazias do Maracanã, numa noite fria e úmida, tiveram reflexo no futebol apresentado dentro de campo, notadamente pelo time do Flamengo. A equipe de Andrade demonstrava bom toque de bola, fluência ofensiva e marcava bem, mas faltava vibração que traduzisse isso em efetivo domínio em campo.

O único que mostrava um pouco mais de intensidade era Vágner Love, que arriscava boas jogadas, dribles e chutes, além de voltar para ajudar na armação de jogadas. O gol acabou surgindo em falha da defesa do Madureira. O goleiro errou na saída em cobrança de escanteio e a bola sobrou para Fernando marcar, aos 14 minutos.

“O time está muito apático. Está faltando vibração. Se apertássemos um pouquinho, já teríamos definido a partida”, reclamou Andrade no intervalo.

O que quer que tenha dito no vestiário, porém, não surtiu efeito. O segundo tempo foi ainda mais sonolento e preguiçoso. O técnico seguiu com três volantes no meio-campo contra uma equipe que pouco assustava.

Andrade demorou a mexer, e quando o fez foi conservador, mantendo os três homens de marcação em vez de colocar jogadores ofensivos. Ramon entrou no lugar de Fierro e Petkovic, na vaga de Vinícius Pacheco.

A rigor, foram duas únicas chances de gol, ambas com Love. Aos 28, Vinícius Pacheco deixou o atacante livre na cara do gol e se colocou para receber de volta e marcar sem goleiro. Mas Love preferiu a finalização e perdeu.

Aos 43, ele desabafou e retribuiu com gritos as vaias da torcida. Após receber passe de Ramon, chutou forte, no alto, e encobriu o goleiro, para depois extravasar e comemorar a artilharia.

O Flamengo volta a campo no final de semana para enfrentar o Resende, fora de casa, no sábado, às 19h30. O Madureira entra em campo no mesmo dia, só que mais cedo, às 8 horas, para duelar com o Volta Redonda, diante de sua torcida.

Ficha Técnica:

Flamengo 2 x 0 Madureira

Flamengo – Bruno; Leonardo Moura, Álvaro, Fabrício e Juan (Rodrigo Alvim); Toró, Fernando, Willians e Fierro (Ramon); Vinícius Pacheco (Petkovic) e Vágner Love. Técnico: Andrade.

Madureira – Jefferson; Bruno, Edinho, Leandrão e Nill; Zacarias (Arthur), Rodrigo, Wagner e Alex (Obina); Éberson (Michel) e Derley. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Gols – Fernando, aos 14 minutos do primeiro tempo. Vágner Love, aos 43 do segundo tempo.

Cartões amarelos – Juan, Rodrigo Alvim e Toró (Flamengo); Wagner (Madureira).

Árbitro – Wagner do Nascimento Magalhães.

Renda – R$ 67.560,00.

Público – 2.190 pagantes.

Local – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).