Depois do atacante Roni, agora foi a vez de Magno Alves entrar com uma ação na Justiça do Trabalho contra o Fluminense. Ele alega que tem a receber do clube cinco meses de salários, 13.º e 10 meses referentes ao direito de imagem. O jogador tem contrato com o tricolor carioca até o dia 31 deste mês e está muito ressentido por não ter sido procurado pelos dirigentes para discutir a renovação contratual. Magno Alves havia dito que não julgaria a atitude tomada por Roni, enfatizando que “cada um faz o que acha melhor para a família”. O jogador disse ter propostas de outros clubes e que espera resolver sua situação o mais breve possível.

Enquanto tenta manter o atacante Romário e busca solução para quitar os salários atrasados de vários jogadores, a diretoria do Fluminense definiu a contratação do lateral-esquerdo Jadílson, que na temporada passada defendeu o Consa dole Sapporo, do Japão. A negociação foi confirmada no final da tarde pelo empresário Wilson Gottardo, ex-zagueiro do Flamengo e Botafogo-RJ. Jadílson é alagoano, tem 25 anos, e já passou por vários clubes paulistas, como Portuguesa, Botafogo de Ribeirão Preto e Guarani. Ele será apresentado hoje ao técnico Renato Gaúcho, no estádio das Laranjeiras.