O vice-presidente de futebol do Fluminense, Alcides Antunes, negou nesta segunda-feira ter recebido qualquer proposta pelo atacante Maicon, que teria supostamente viajado a Moscou para acertar com o CSKA, da Rússia.

“Não existe nenhuma negociação com o CSKA. Se o clube procurou Maicon, não tivemos conhecimento. Não existe proposta feita ao Fluminense e o jogador não vai sair se o clube não souber”, explicou Antunes.

Mas apesar de garantir que a negociação não existe, ele reconhece ter liberado o jogador por dois dias. O pedido foi feito pela Traffic, que detém 50% de seus direitos econômicos. “O Fluminense tem uma parceria com a Traffic e ela pediu que dispensássemos o Maicon por dois dias. Hoje o clube detém 50% dos direitos, enquanto a Traffic tem a outra metade”, afirmou o dirigente.

A única proposta feita oficialmente por Maicon, segundo revelou Antunes, foi em janeiro pelo Lokomotiv, também da Rússia. “Recebemos uma proposta do Lokomotiv e essa não foi fechada. Se chegar alguma outra vamos analisar. Até agora não houve nenhum contato”, garantiu.