Um belo gol de Fred, de voleio, deu início à reação do Fluminense, que venceu o Botafogo de virada por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã. O triunfo levou o time das Laranjeiras a dividir a liderança do Grupo A da Taça Rio com o Flamengo, ambos com 9 pontos. Já a derrota do Botafogo foi boa para o Vasco, que ficou na primeira posição isolada do Grupo B, com 9 pontos.

O Fluminense soube se impor, foi melhor na maior parte do tempo e poderia ter vencido com um placar mais dilatado. O próprio Fred, autor de um dos gols mais bonitos do Campeonato Carioca, desperdiçou oportunidade incrível ainda no primeiro tempo, quando estava sem goleiro e sem marcador, diante das balizas, e chutou a bola para fora. Depois do lance, ele pôs as mãos na cabeça e recebeu a solidariedade dos colegas.

O Botafogo, agora com seis pontos, assim como o América, pouco ameaçava. Seu meio-de-campo era envolvido pelo adversário e o time não criava. Num lance despretensioso do ataque alvinegro, Maicon, do Fluminense, derrubou Wellington dentro da área e o juiz marcou pênalti. Herrera cobrou no meio do gol e enganou Rafael, que pulou para o lado direito.

Mesmo com a vantagem, o Botafogo continuou dominado. No segundo tempo, Fred se redimiu e cruzou as pernas no ar para selar o empate num cruzamento de Maicon. Na comemoração, ele fez alusão à filha Geovanna, aniversariante do domingo. O Fluminense não se abateu nem mesmo com a expulsão de Conca, aos 23 minutos, após falta violenta em Lucio Flávio e permaneceu com o controle do jogo.

Herrera também foi expulso em seguida e o Fluminense se animou mais ainda. Aos 38 minutos, Cuca ganhou o clássico ao trocar Maicon pelo jovem Wellington Silva. Foi da promessa que surgiu logo depois o lance decisivo. Ele arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Mariano completar. Não havia mais tempo nem equilíbrio emocional para o Botafogo ir em busca da reabilitação.

Ficha técnica:

Fluminense 2 x 1 Botafogo

Fluminense – Rafael; Cássio, Leandro Euzébio e Dalton (Diogo); Mariano, Diguinho, Éverton (Thiaguinho), Conca e Júlio César; Maicon (Wellington Silva) e Fred. Técnico – Cuca.

Botafogo – Jefferson; Fahel, Fabio Ferreira e Wellington; Jancarlos, Leandro Guerreiro, Eduardo (Caio), Lucio Flavio (Edno) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Loco Abreu. Técnico – Joel Santana.

Gols – Herrera, aos 39 minutos do primeiro tempo. Fred, aos 15, e Mariano, aos 40 minutos do segundo tempo.

Juiz – Rodrigo Nunes de Sá.

Cartão amarelo – Leandro Euzébio, Diguinho, Éverton (Fluminense) Fahel, Wellington, Fabio Ferreira, Jancarlos, Leandro Guerreiro e Herrera (Botafogo).

Cartão vermelho – Conca (Fluminense) e Herrera (Botafogo).

Renda – R$ 332.475,00.

Público – 11.280 pagantes.

Local – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).