A Force India, mais modesta equipe da Fórmula 1, anunciou nesta segunda-feira (10) um acordo que pode mudar seus rumos na categoria. A parir de 2009, o time será parceiro da McLaren, em um contrato que envolve a utilização de motores da Mercedes, além do câmbio e do sistema hidráulico da escuderia inglesa.

O contrato tem duração de cinco anos e foi celebrado pelo dono da Force India, o bilionário indiano Vijay Mallya, como o início de uma nova era na equipe.

“Estou muito feliz por poder anunciar esta parceria técnica com a McLaren e a Mercedes. São duas das marcas mais importantes do mundo na história do automobilismo, e ambas têm alcançado grandes resultados. Como exemplo recente, temos o campeonato deste ano, talvez o mais dramático da história da Fórmula 1”, disse Mallya, lembrando a definição do Mundial em Interlagos, quando Lewis Hamilton conquistou o título depois de passar Timo Glock na última volta do GP do Brasil.

A Force India estreou na Fórmula 1 neste ano, depois que Mallya comprou a Spyker. E sua primeira temporada, a equipe não conseguiu pontuar. “Foi um campeonato de aprendizado, mas não estamos interessados apenas em fazer número na Fórmula 1. O anúncio desta parceria e o aumento de nossa fábrica sublinham esse pensamento”, afirmou o bilionário.