A seleção brasileira feminina de basquete confirmou um desfalque de última hora nesta segunda-feira para a disputa do Sul-Americano, no Chile. A pivô Franciele, que vinha treinando com a equipe há duas semanas em Barueri, sofreu uma lesão e não viajará para o torneio continental, seguindo em recuperação para o Mundial da República Checa.

“A atleta Franciele sofreu uma entorse no joelho direito. O caso não é cirúrgico e a jogadora será tratada com fisioterapia e medicamentos pelas próximas semanas até a reapresentação para a etapa final de treinos para o Mundial”, explicou o médico Paulo Roberto Szeles sobre a pivô que atua no Burgos, da Espanha.

O Brasil segue treinando em Barueri até domingo, quando embarca para a Eslováquia, onde jogará amistosos preparatórios para o Sul-Americano, que acontece de 10 a 14 de agosto. Antes da competição em Santiago, porém, o técnico espanhol Carlos Colina ainda terá de cortar uma das 14 jogadoras com as quais trabalha, o que acontecerá nesta terça.

Para Colina, o período de treinos em Barueri vem sendo produtivo. “O grupo está evoluindo muito e já assimilou os novos conceitos transmitidos nas duas primeiras semanas de treinamento”, afirmou o treinador. “Com os jogos na Europa, teremos a chance de ver a equipe em ação, fazendo testes e ajustes necessários para as competições da temporada.”

Para o Mundial checo, que será realizado entre 23 de setembro e 3 de outubro, Colinas ainda poderá contar com as duas brasileiras que atuam na WNBA. Antes do principal torneio da temporada, a pivô Érika de Souza e a ala/armadora Iziane se integraram ao grupo após a sua participação na liga norte-americana.