O atacante Fred perdeu pênalti mais uma vez e o Fluminense não conseguiu conquistar a segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, o time carioca sofreu um gol aos 40 minutos do segundo tempo e ficou no empate com a Ponte Preta, por 1 a 1, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 11.ª rodada.

Com o resultado, os times seguem em posições desconfortáveis na classificação. O Fluminense é apenas o 11.º colocado, com 13 pontos, enquanto a Ponte Preta está em 15.º lugar, com 11, um a mais que o Atlético-MG, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

A Ponte Preta começou melhor neste domingo. Se movimentando bem no campo de ataque, o time campineiro conseguiu dominar as ações, mas não ameaçava o gol de Diego Cavalieri. A primeira boa chegada saiu aos 20 minutos. Régis, uma das novidades na escalação, recebeu bom passe de William, dentro da área. De frente para o gol, ele mandou longe.

O tempo foi passando e o Fluminense assumiu o controle da partida por ter mais qualidade no meio-campo. Rafael Sóbis por pouco não abriu o placar em cobrança de falta que explodiu no travessão.

No final da primeira etapa, o goleiro Roberto apareceu para levar o empate sem gols para os vestiários. Primeiro, ele aproveitou cobrança ruim de Fred e pegou a penalidade sofrida por Igor Julião. No rebote, voltou a aparecer ao abafar finalização do atacante, mandando para escanteio.

Fred perdeu pênalti pela segunda vez seguida, porque já tinha desperdiçado na rodada passada, na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, com gol dele. Mesmo assim o Fluminense não diminuiu o ritmo e, em seguida, Roberto novamente fez grande defesa. Desta vez em cabeçada à queima-roupa de Carlinhos.

No segundo tempo, o técnico Paulo César Carpegiani adiantou a Ponte Preta, colocando Adrianinho no lugar do volante Fernando, mas o time campineiro não teve tempo de fazer pressão, pois logo aos quatro minutos os visitantes abriram o placar. Sóbis recebeu lançamento de Wagner, dominou no peito e cruzou. No segundo pau, Gum subiu mais que Diego Sacoman e marcou de cabeça.

A Ponte Preta sentiu bastante o gol e teve dificuldades para reagir. Adrianinho tentou surpreender Diego Cavalieri em cobrança de falta, mas o goleiro conseguiu se recuperar e fazer grande defesa. Sem ser ameaçado, o Fluminense segurava bem o jogo, tocando a bola e segurando as poucas investidas da Ponte.

Quando parecia que a vitória do Fluminense estava consolidada, a Ponte Preta conseguiu empatar. Aos 40 minutos, Alemão recebeu lançamento longo pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro para William, que se jogou e completou para o fundo das redes.

A Ponte Preta volta a campo contra o Vasco da Gama, na próxima quinta-feira, às 21 horas, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Um dia antes, o Fluminense visita o Vitória, às 19h30, no Estádio do Barradão, em Salvador.

 

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 X 1 FLUMINENSE

PONTE PRETA – Roberto; Régis (Sarmiento), Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Fernando (Adrianinho), Giovanni e Chiquinho; Éverton Santos (Alemão) e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Igor Julião, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean (Samuel), Felipe (Kenedy) e Wagner; Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS – Gum, aos quatro, e William, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS – Ferron, Diego Sacoman e Chiquinho (Ponte Preta); Igor Julião (Fluminense).

RENDA – R$ 80.726,00.

PÚBLICO – 5.942 pagantes.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).