Líder do Campeonato Brasileiro, o Fluminense teve nesta quinta-feira um dia conturbado depois das declarações de Fred que tiveram como alvo os médicos do clube. O atacante revelou que está com uma nova lesão na panturrilha esquerda, constatada na quarta-feira, em exame realizado em São Paulo. Ele responsabilizou os profissionais de saúde do clube pelo problema.

“Se você ouve ‘Pode ir que está bem’ você vai”, disse. Ele direcionou toda a entrevista para criticar a equipe chefiada por Michael Simoni. “Houve precipitação e não foi ansiedade minha.”

Para Fred, a nova lesão deve o deixar fora do jogo contra o Corinthians na próxima semana. “Pode ser que leve de 7 a 10 dias para eu voltar a treinar, vou ver com os médicos. Só não posso cair no erro de a galera me liberar e eu arrebentar de novo.”

Ao saber do teor da entrevista, Michael Simoni ameaçou até deixar o comando médico do Fluminense. “Houve quebra de confiança, não sei se vou continuar”, declarou. Ele parecia indignado com as acusações de Fred.

“Estava sim apto para treinar, o que houve foi um novo quadro de lesão, perfeitamente possível na situação do Fred”, disse Simoni. “Ele não tem o direito de dar uma entrevista covarde para falar de algo do qual não tem conhecimento”, continuou Simoni, em entrevista à Rádio Globo. “Foi uma atitude lamentável.”