O Atlético não deve para a Federação Paranaense de Futebol. “Pelo contrário, é a FPF quem é devedora do CAP, por valor que supera os 10 milhões de reais em razão de sentença judicial proferida pelo Juízo da 1ª Vara Cível de Curitiba e já transitada em julgado”.

Foi o que informou o clube, na tarde de ontem, a partir de uma nota oficial. O texto, publicado no site do Rubro-Negro, desmente o balanço financeiro de 2009 publicado pela entidade que comanda o futebol estadual.

Conforme explica a nota, inclusive medidas judiciais já foram favoráveis ao Furacão. “Foram apontadas de forma minuciosa as diversas falhas na origem do débito alegado pela FPF, incluindo o lançamento indevido de valores e a compensação de taxas com parte do crédito do Atlético acima mencionado, conforme decidido pela Justiça Estadual, que periodicamente homologa planilhas de compensação com a aprovação de ambas as partes”.

Anteontem, o clube também enviou à FPF um ofício solicitando a baixa e exclusão definitiva da dívida apresentada nos registros contábeis da entidade que comanda o futebol paranaense. A federação tem um prazo de cinco dias úteis para realizar o procedimento e sua diretoria não se pronunciou sobre o assunto.