Renato Gaúcho vai fazer duas mudanças no Atlético hoje para o jogo com o Galo Mineiro, com as entradas de Gustavo Lazaretti e Wagner Diniz, nos lugares dos suspensos Manoel e Edílson, respectivamente.

E as duas novidades não devem alterar em nada a condição de jogo para buscar uma vitória em cima do vice-lanterna do Brasileirão. “Não perde entrosamento não. O Wagner vem jogando e o Gustavo também. Eles se conhecem bem e temos nosso esquema de jogo”, disse Renato.

No decorrer do jogo de hoje, o comandante deve surpreender com a estreia do atacante Pablo. Renato não confirma o atleta na equipe, mas já dá sinais de que o novato está sendo preparado para entrar em campo.

Sem o tão sonhado centroavante, Renato tem apenas Pablo como opção para a função que deseja. E o cuidado com o atleta é total, para que ele não se sinta pressionado demais e carregue sozinho a responsabilidade de fazer o ataque funcionar para o Furacão deixar a zona do rebaixamento.

“Esse é meu jogador de área, mas tem 19 anos. Estou fazendo a cabeça do garoto, dando conselhos para não colocá-lo numa furada. Já está há algum tempo conosco e aprendeu bastante coisa”, contou Renato.

E assim como Pablo, Victor Esquerdinha começa a ser lapidado por Renato também e ganha mais espaço com a saída de Branquinho, que amanhã passará por cirurgia. O treinador evita atropelar a escalação da dupla, mas já se vê pressionado a antecipar as estreias.

“Se você for esperar eles estarem 100% no profissional, em todos sentidos, já acabou o campeonato. Não quero queimar um jogador desses se ele for mal, são jovens, tem que ter paciência, mas infelizmente o Atlético está correndo contra o tempo”, lamentou Renato por não ter muito tempo para preparar os estreantes da maneira que gostaria.