A fase de Gabriel Medina não é mesmo das melhores. Ele foi eliminado na terceira fase da etapa carioca do Circuito Mundial de Surfe, no início da tarde desta sexta-feira, na praia da Barra. Instantes depois, na quarta fase, os brasileiros se deram melhor e o País segue representado por Jadson André e Filipe Toledo, o Filipinho, que avançaram às quartas de final. Ítalo Ferreira, por sua vez, terá de disputar a repescagem.

Atual campeão do circuito, Medina atraiu centenas de pessoas à Barra. Antes de entrar no mar, foi cercado pelos fãs que tentavam pegar um autógrafo e tirar “selfie” com ele. Dentro da água, o brasileiro teve uma disputa equilibrada com Keanu Asing. Porém, o havaiano conseguiu um belo aéreo que o deixou à frente na pontuação, que terminou 14,17 contra 13,60.

“Tinha bastante correnteza, e eu não estava conseguindo me localizar. O Keanu deu sorte e pegou aquele aéreo. Agora preciso voltar para casa e me preparar para Fiji”, disse Medina após a derrota.

Momentos depois da disputa de Medina, foi iniciada a quarta fase com Filipe Toledo, o havaiano John John Florence e o australiano Matt Banting. Logo no início de sua bateria, o brasileiro fez uma sequência de aéreos que agradou aos jurados, que deram nota 10, levantando o público. Por fim Filipinho somou 17,83, contra 13,57 de Banting e 7,74 de Florence, que, agora, vão disputar a repescagem.

Em sua bateria, Jadson André conseguiu uma vitória emocionante ao virar o resultado no fim. Ele somou 16,13, enquanto Ferreira fez 11,40 e o neozelandês Ricardo Christie fez 8,93. Os derrotados também disputarão a repescagem.