Oswaldo de Oliveira comandou nesta quarta-feira pela manhã, no CT Rei Pelé, o último treino do Santos para o jogo diante do Bragantino, nesta quinta, às 21 horas, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. E o técnico trouxe como principal novidade a entrada do atacante Gabriel no time titular. O jogador, que perdeu seu lugar no ataque para Leandro Damião, foi escalado como meia e o comandante admitiu, logo após a atividade, que é grande a chance de o atleta começar este próximo duelo entre os 11 titulares.

O treinador optou por sacar Alan Santos do time e recuou o meia Cícero para atuar mais atrás, como segundo volante ao lado de Arouca, enquanto Gabriel foi o principal encarregado de armar as jogadas ofensivas. Na frente, Geuvânio, Damião e Thiago Ribeiro foram mantidos como titulares.

Ao ser questionado se irá manter Gabriel entre os titulares, Oswaldo de Oliveira deixou claro que pretende testar o garoto visando a possibilidade de repetir a escalação do atleta nesta função de meia em uma futura partida.

“No último jogo aqui, contra o Atlético Sorocaba, nós fomos obrigados a usar essa formação no intervalo do jogo. Como há previsão de que isso possa acontecer outra vez, estou me preparando. Isso significa treinar a equipe para essa situação, pois o adversário vem com três zagueiros, buscará jogar em contra-ataques. E como normalmente o campo de defesa do adversário vai ser mais povoado, preciso ter essa alternativa. O Bragantino tem jogado assim seus jogos fora de casa, o time está muito bem, buscando a classificação”, ressaltou Oswaldo.

Mais tarde na entrevista coletiva, porém, o treinador preferiu não cravar por antecipação a escalação de Gabriel, embora tenha admitido: “Estou amadurecendo (essa ideia), por enquanto é uma alternativa muito provável. Não quero surpreender vocês, fiz o treinamento, gostei e há grande possibilidade dele iniciar a partida”.

Além da provável entrada de Gabriel, outra novidade na escalação do Santos nesta quinta-feira será a entrada de Jubal na zaga no lugar de Gustavo Henrique, que está suspenso e para completar sofreu ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito. O defensor, que se lesionou em treino na última terça-feira, será operado.

Assim, o Santos deve ir a campo nesta quinta-feira com a seguinte formação titular: Aranha; Cicinho, Jubal, Neto e Mena; Arouca, Cícero e Gabriel; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.