Um time que deseja ser competitivo e que almeja ser campeão necessita primeiramente de um grande goleiro. É o caso do São Paulo, por exemplo. Com Rogério Ceni no gol, o Tricolor vem reinando no futebol brasileiro, um verdadeiro “papa títulos” nos últimos anos. Neste ano não será diferente e a equipe paulista deve sagrar-se campeã brasileira pela sexta vez e a terceira consecutiva.

As outras equipes que estão na ponta da tabela também possuem grandes goleiros. O Palmeiras tem o pentacampeão Marcos e o Cruzeiro conta com o bom arqueiro paranaense Fábio. O Grêmio tem Vitor, uma das revelações do campeonato e o Flamengo tem Bruno, uma das sustentações da equipe.

O futebol paranaense também está bem servido de goleiros. No Paraná Clube, Mauro, após um mau início, caiu nas graças da torcida com grandes atuações na reta final da Série B. No Coritiba, Edson Bastos fez um primeiro semestre excelente, mas após sua contusão, Vanderlei assumiu e não saiu mais. O goleiro oriundo do time do Paranavaí vem sendo uma das revelações da equipe alviverde na temporada realizando grandes defesas e passando muita segurança a sua defesa.

Galatto

No Atlético, o goleiro Galatto vem se notabilizando como um dos principais jogadores da equipe e com grandes defesas, vem ajudando o rubro-negro a escapar da luta contra o rebaixamento. Para a muralha rubro-negra, o mérito só vem com trabalho. “Procuramos fazer o melhor para ajudar a equipe. Eu fazendo o meu melhor refletirá em toda a equipe. Trabalhamos com muita vontade para manter sempre uma linha de trabalho com sucesso. Temos uma amizade grande e com humildade vamos conseguir sempre fazer um bom trabalho”, disse Galatto ao site oficial do clube.

Para o preparador de goleiros do clube, Eduardo Andrade Bahia, o Furacão está bem servido na posição e o trabalho está surtindo resultados. “Quando você inicia a carreira como goleiro, que é uma função de extrema importância dentro do futebol, tem que buscar as qualidades do atleta e trabalhá-las muito bem. Além disso, precisa ver as deficiências do goleiro para que elas sumam”, relatou.

Para Galatto, o preparador de goleiros também é um diferencial para o bom trabalho realizado no campo. “Parte do Eduardo o nosso preparo para os jogos. Ele é o cara que trabalha diretamente com os goleiros e nos passa todas as informações necessárias. Confiamos muito nele e no trabalho dele e aproveitamos a experiência do Eduardo para nos ajudar”, finalizou Galatto.